Poeminha para a mulher perdida

Não

não é a vodca

na cabeça

que me tira

de mim

não são os murros

de gim

no estômago

repetidos murros

no estômago

não só de gim

O que me tira

de mim

E me afasta

do que é meu

por direito

é a coqueteleira ansiosa

no peito.

Anúncios

Uma resposta para “Poeminha para a mulher perdida

  1. Gim conduz a um final ruim 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s